Encontra o rumo da tua vida



Onde te leva a estrada da tua vida? Qual é a estrela que te guia novamente para o rumo traçado quando te perdes nas dificuldades? O que te motiva a avançar? Qual o sentido da tua existência? Quem és tu? Eis algumas questões às quais deves procurar ter resposta em cada passo que dás, todos os dias. 
Se olhas demasiado perto de ti, perdes noção do horizonte e da profundidade. Deixas de ser uma expansão viva para te contraíres num corpo sem sonhos. Os buracos do caminho agigantam-se, as pedras parecem infindáveis, os sapatos rotos desmotivam-te... É preciso olhar para aquele ponto longínquo que nos atrai a alma e nos vivifica as esperanças para que possamos ter uma visão da composição artística que é a nossa paisagem de vida. Só assim conseguimos relativizar os diferentes elementos por ordem de grandeza e importância e ter consciência dos passos que se seguem; é saber de onde vimos, onde estamos e para onde vamos. Nesse momento passamos a apreciar a viagem, a ver a beleza de tudo quanto nos rodeia, e a utilidade daquilo que nos parecia mau e desnecessário. 
És um fio que percorre a vida, entrelaçando-se nas pérolas que encontra pelo caminho. Procura as pérolas. Vive as pérolas. Adiciona-as a ti. Vive com o fogo das estrelas no coração e exala a luz que te inunda, mesmo na mais escura das noites. 

O que podes dar de ti



"Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos. A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo fora. Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem. A capacidade de escolher novos rumos. Deixaria para você, se pudesse, o respeito daquilo que é indispensável. Além do pão, o trabalho. Além do trabalho, a acção. E, quando tudo mais faltasse, um segredo: o de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída." 
Mahatma Gandhi